27.1.13

Pastéis de Nata Made in Tokyo

Não costumo fazer publicidade aos restaurantes portugueses em Tóquio porque raramente me agradam ao ponto de merecer aqui destaque. Mas desta vez, vou abrir uma exceção e com um grande sorriso. A loja Nata de Cristiano's abriu há 4 dias. E abriu muito bem! O staff é super simpático e falam Português, e finalmente encontrei pastéis de nata que sabem a pastéis de nata. No Japão, de vez em quando aparecem tentativas e imitações baratas (mas caras de preço), que sabem a tudo menos pastéis de nata e deixam em baixo qualquer expetativa de reviver sabores lusos. Agora sim....gostei e recomendo!

I normally don't advertize Portuguese restaurants in Tokyo because it's hard to find one that I like enough to mention it here. But this time, I'm opening an exception and with a great smile. The shop Nata de Cristiano's is newly open, and I am glad it did! Staff is adorable and speak Portuguese, and I finally found Portuguese custard tart - Pastel de Nata - that actually taste like it. In case you don't know, pastel de nata is a traditional tart we Portuguese eat almost everyday. We just love it. And here in Japan, sometimes we can find cheap imitations (but quite expensive ones), which taste like everything except pastéis de nata. Now I can say....I liked it and recommend! It's close to Yoyogikoen station, so if you are around and feel like having a taste of Portuguese pastry go ahead....it's worth it.




 Invasão lusa à porta do Nata de Cristiano's.

Lusitanian invasion at Nata de Cristiano's.


2 comments:

Andreia.Vieitas said...

Olá "Maria",

sigo o teu blog há uns tempos e gostaria de poder enviar-te um email.


Preciso que me dês algumas dicas sobre a vida no Japão, especialmente no caso português - mas preferia que fosse por privado, em vez de trocarmos impressões em comentários de um blog.

Não te importas?

O meu email é andreia.vieitas@gmail.com

Obrigada!

Pedro Cardoso said...

Fui la no outro dia gracas a este post ;)) Comprei logo uns 10 :D Que saudades dos meus belos pasteis de Belem :D Obrigado
Pedro Cardoso